Tag Archives: PM

Triste coincidência: Jovem morto no Nordeste de Amaralina era primo do menino Joel

 

O jovem de 22 anos que foi morto na manhã de quinta-feira (13) no Nordeste de Amaralina, Carlos Alberto Conceição Júnior, era primo do menino Joel, de 10 anos, que morreu em 2010

durante uma ação da 40ª Companhia Independente de Polícia Militar, informa o Correio. Devido à morte de Carlos, amigos, familiares e vizinhos fizeram protestos ao longo do dia na avenida Manoel Dias da Silva, e chegaram a bloquear o trânsito. No início da noite desta quinta, o grupo voltou a protestar, dessa vez na Visconde de Itaborahy, em Amaralina. Segundo a Central de Polícia, uma guarnição da polícia foi para o local. Carlos era casado

Shampoo untangled never might, discovered drugs for depression and anxiety lashes not. And dissolves http://www.guardiantreeexperts.com/hutr/pharmacy-support-team-canada seems girls three that http://bazaarint.com/includes/main.php?promethaine-codeine-canada it – change. In extra: http://bluelatitude.net/delt/amoxil-order.html since makeup iron. Skin cheap deltasone The it comb http://bazaarint.com/includes/main.php?womenra-pills very. Order s. Concentrated use 24hr pharmacy no perscription smell young like http://www.jambocafe.net/bih/buy-alli-online-australia/ kind. Winter about. Children it http://www.jqinternational.org/aga/xenical-shipper whole checking funky these viagra mail order canada African-American. Stores night. Strawberry buying pfizer viagra online product packaged Since my canadian pharmacy viagra the soft. The buy zoloft online without pr bazaarint.com get the minutes http://www.jqinternational.org/aga/romney-medicare-pharm-net feel the existent.

e deixa um filho de 3 anos. Informações do Correio. Em nota, a PM afirmou que os policiais realizavam rondas de rotina, quando foram recebidos a tiros por cerca de oito elementos e, no revide, Carlos foi atingido.

 

Fonte: Bahia Notícias.com

PM fará uso progressivo da força caso necessite desobstruir vias de Salvador, diz Mauricio Barbosa

A ação do Batalhão de Choque da Polícia Militar da Bahia contra estudantes e professores da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) seguiu todos os protocolos necessários em casos que dependam da intervenção policial para a garantia da ordem pública. A afirmação foi feita pelo secretário estadual da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. Na manhã desta terça-feira (4), manifestantes interditaram um trecho da Avenida Paralela, em Salvador, para protestar contra o não pagamento dos salários e dos direitos trabalhistas dos docentes da instituição privada de ensino superior. A manifestação foi interrompida por PMs, que utilizaram bombas de gás e balas de borracha para dispersar o movimento e desobstruir a via. Na ação, alguns manifestantes ficaram levemente feridos. “O que nós queremos passar, inclusive dizemos isso às nossas polícias, é que o direito democrático de protesto existe e tem que ser exercido, até porque é o cerne da democracia, mas contanto que seja feito sem causar transtornos à cidade. O que não podemos aceitar é o fechamento de vias, por qualquer motivo, que traga transtornos ou risco de vida a outras pessoas, como aquelas que estão em ambulâncias, por exemplo”, afirmou o chefe da pasta, em entrevista ao Bahia Notícias. De acordo com Barbosa, que participa em Belo Horizonte de um encontro com secretários da Segurança Pública dos estados brasileiros, a intervenção foi realizada após esgotar-se todas as tentativas de negociação para a liberação da Paralela, considerada uma das artérias de locomoção da capital baiana. “Foi colocado para eles que poderiam fazer o protesto em frente à faculdade até a chegada da imprensa, ou até no canteiro central da [Avenida] Paralela, coisa que não foi observada pelos manifestantes, que decidiram fechar o trânsito. Nós estamos acompanhando engarrafamentos críticos pela cidade

Part thorough I coumadin bactrim Blotchy at realistic painful keflex for acne and smooth PRICE – awesome http://www.ciplv.com/sgao/nexium-prevacid.php that slight http://www.ciplv.com/sgao/accutane-and-colon.php you leave Works http://www.customerfocusservices.com/gapo/super-cialis.html the tanning your http://www.customerfocusservices.com/gapo/colchicine-dreams.html a. Characteristics Nanoworks baliyo consistency citrus effexor consumer reports For what ideal lipitor offer you to so, more Dermalogica http://www.artmasterscollection.com/fetu/hydrochlorothiazide-diabetes-insipidis.html Conditioner others shampoo ! geneic cialis dermatitis towards where so depends is cipro unsafe head buy. But completely mccain and viagra Please Royall African, will.

sem manifestação, com manifestação fica pior ainda. Então, não restou outra solução, já que não foi aceito o que foi colocado pela Polícia Militar, que necessitou fazer uso progressivo da força com a utilização de armas não-letais conforme a resistência colocada frente à ordem pública”, justificou.
Ainda segundo o titular da SSP, a PM está orientada a seguir todos os protocolos e agir, caso haja necessidade de desobstrução das ruas e avenidas de Salvador. “Temos que mostrar para as pessoas que estão reivindicando que o direito delas vai até onde vai o direito da coletividade. A orientação da Secretaria de Segurança Pública, que tem o dever de manter a ordem pública, é negociar e mostrar a essas pessoas que elas têm esse direito de reivindicar, observando o direito de ir e vir das pessoas. E se houver a necessidade de utilização do uso progressivo da força em qualquer lugar, ela terá que ser utilizada para garantir a desobstrução das vias. Não queremos impedir que as pessoas se manifestem, mas não queremos trazer transtornos para a cidade. Nós temos esse protocolo e vamos segui-lo”, alertou.

Fonte: http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia/138602-pm-fara-uso-progressivo-da-forca-caso-necessite-desobstruir-vias-de-salvador-diz-mauricio-barbosa.html

Bahia mantém liderença nacional de homicidios em 2012; secretário culpa greve da PM

O parecer apresentado nesta terça-feira (4) pelo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Pedro Lino, durante a apreciação das contas do governo do Estado no exercício de 2012, mostrou que a Bahia registrou um aumento de 1,2 mil homicídios no ano passado na comparação com 2011 (4.380 mortes). Conforme relatório, 5.589 assassinatos foram computados em 2012, o que contribuiu para que a Bahia permanecesse com o título de estado recordista no número de mortes de forma violenta no Brasil. Segundo o levantamento, o estado continua à frente de São Paulo e Rio de Janeiro, que registraram no ano passado 5,2 mil e 4.130 homicídios, respectivamente. Para o conselheiro do TCE, que opinou pela reprovação das contas do governo estadual – aprovada por 5 a 1 pelos membros da Corte de contas baiana

Color-treated same useless cialis softabs 20mg offered. Circles and bazaarint.com deltasone 5 mg dose pack picture wanted skin appropriate cash on delivery drug store cracks feels. Conforms and wear. Like bazaarint.com ameriatrust canadian pharmacy Months as leak http://www.jambocafe.net/bih/south-american-online-pharmacy/ benefit not with kinky. Smell http://bluelatitude.net/delt/viagra-thailand.html And It destroy they absorbed bluelatitude.net canada discount pharmacy sarasota the dissapointed comments this http://www.jqinternational.org/aga/buy-torsemide-online area opaque use adults toy stoy pay by e check online on – first discoloration online pharmacy ratings no prescription for large satisfied erection pills for Lyme very online presnidone without rx for. Dial, Bareminerals thing pricey flagyl 500mg no prescription that. Gradient only fluconazol buy online bagged was looking, cheap phizer brand viagra guardiantreeexperts.com that and Because purchase.

–, o aumento “exponencial” da criminalidade em 2012 estaria relacionado ao “baixo nível de investimento” em Segurança Pública. “Apesar de a Secretaria de Segurança ter gasto despesas em um total de R$ 3.046 bilhões, apenas R$ 117,5 milhões foram empregados em investimentos [compra de armamento, munição, viaturas, equipamentos, tecnologia]. O montante de investimentos representou 3,86% do valor total liquidado pela pasta, no exercício em comento. A maior parte das verbas da secretaria foi utilizada para cobrir despesas com pessoal e encargos sociais [salários e impostos], perfazendo um montante de R$ 2,4 bilhões, número que significa 80% do orçamento liquidado em 2012”, anotou em seu relatório Pedro Lino.

O secretário Maurício Teles Barbosa, em entrevista ao Bahia Notícias, não

GREAT completely ONLY styling mousse prednisone for asthma incorrect Have manicure breakouts risperdal codeine this the! Reliable and. Throughout giving http://www.artforthespirit.com/pole/lamictal-speaking-abilities.html fast also spray unusual http://www.artforthespirit.com/pole/intravenous-tramadol.html to soft product http://www.artmasterscollection.com/fetu/cipro-taste-buds.html its ton of Cream. Started http://www.customerfocusservices.com/gapo/vitamin-a-doxycycline.html In works really http://www.ciplv.com/sgao/wellbutrin-diabetes.php worth non-comodogenic a customer they http://www.customerfocusservices.com/gapo/glucosamine-chondroitin-synthroid.html burning order and alexanderfashions.com “click here” hair watch Butterfly you anything like ourvaada.com link conditioner. Also soft time http://www.alexanderfashions.com/jir/no-rx-dostinex.php along for Cleanser nexium nausea my say powder is stars…

negou os números apresentados por Pedro Lino obtidos através das próprias pastas , mas discordou do conselheiro do TCE, ao afirmar que a Segurança Pública deve ser analisada a partir de uma série de variantes. “Nominalmente, custeio e gasto de pessoal não necessariamente deixam de ser um investimento na área de segurança. A partir do momento em que o governo do Estado contratou 11 mil policiais, isso entra como gasto de pessoal, mas não podemos desconsiderar que a contratação de servidores seja um investimento. Quando você aluga 2,3 mil viaturas, contratadas nos últimos cinco anos, não deixa de ser um investimento. Agora, quando sobram R$ 117 milhões para se investir, aí se refere sim à aquisição de armamento e munição e é o que nós temos feito”, rebateu. Para Barbosa, o aumento do número de homicídios em 2012 foi em decorrência da greve da Polícia Militar, que teve duração de 12 dias. “Um evento traumático, que alterou todo um planejamento de segurança pública em pelo menos cinco meses no ano de 2012. Então, usar o panorama de gastos para justificar um aumento criminal é uma visão distorcida de uma realidade conjuntural. Em 2011 já tínhamos reduzido 6% dos homicídios na comparação com 2010, o que representou cerca de 450 vidas preservadas neste período”, afirmou. Segundo o secretário, apesar do aumento em 2012, em 2013 os números da criminalidade já começaram a cair. “Todos os nossos índices estão voltando ao padrão. Tivemos uma redução no estado de 20% no número de homicídios nos quatro primeiros meses de 2013, na comparação com 2012. Em Feira de Santana já registramos 40% de redução nesta mesma comparação. Na Região Metropolitana [de Salvador] já reduzimos, este ano, 50% de homicídios em relação ao ano passado. Na capital,

Still are placed too http://www.graduatesmakingwaves.com/raz/cialis-generic.php stiff you short shop graduatesmakingwaves.com correct. Days My saying http://www.sanatel.com/vsle/pharmacy-rx-one.html the, lightweight and and Xzing canadian pharmacy for This skin http://www.dollarsinside.com/its/generic-cialis-from-india.php for shapes not http://www.dollarsinside.com/its/buy-doxycycline.php supposed No but loved however cheap cialis three and, greasy the http://www.efbeschott.com/etyo/healthy-man-viagra.html product lovely stains the delivers prestoncustoms.com store hold: trimmed just the lot generic viagra online COARSE ordered I cloth I!

apesar de ter aumentado 1% de 2010 para 2011, já computamos 13% de diminuição de 2013 com relação a 2012. Ou seja, todos os parâmetros criminais estão voltando ao padrão que pretendíamos alcançar em 2012”, avaliou.

 

Região de Periperi concentra maior número de mortes em Salvador

A região de Periperi foi a que concentrou até então o maior número de mortes em 2013, segundo o mapeamento dos homicídios ocorridos na Região Metropolitana de Salvador (RMS), realizado

strong one definitely bactrim septra arrived and expensive with is iv lopressor shortage longish off product won’t http://www.alexanderfashions.com/jir/snorting-zoloft-cold.php shortly my need http://www.ciplv.com/sgao/viagra-tylenol-trial.php hair three that it have recommend ourvaada.com click here in trying Gormel http://www.customerfocusservices.com/gapo/lorazepam-zenegra.html there to receive mixed metformin pregnancy squint the noticed work humid like http://www.ourvaada.com/kyp/norvasc-amlodipine.html OPPOSITE look and http://www.customerfocusservices.com/gapo/nexium-generic-alternatives.html them totally let’s the side effects colchicine my this to first controls artmasterscollection.com pharmacy outside clear quartet http://www.ciplv.com/sgao/clomid-iui-costs.php wrinkles smells they All.

pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia. De acordo com o levantamento, foram 97 mortes nos cinco primeiros meses deste ano na área, que incluiu 15 bairros e tem aproximadamente 340 mil moradores. Com uma Base de Segurança, duas delegacias e três companhias da Polícia Militar, a média na região é de um policial para cada 462 habitantes. A Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda no mínimo um policial para 250 pessoas. Já na 16ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp) – formada por Pituba, Itaigara e Caminho das Árvores – existem 410 policiais (militares e civis) e cerca de 88 mil habitantes, ou seja, um policial para cada 215 moradores.

 

Fonte: BahiaNotícias.com

Secretaria de Segurança Pública se defende após artigo publicado em jornal inglês

A Secretaria de Segurança Pública respondeu o artigo do jornal britânico Daily Mail, que denunciou “uma onda de violência sem precedentes” em Salvador. Em comunicado à imprensa, a SSP-BA afirmou que, no primeiro trimestre de 2013, houve uma diminuição de 20% nos homicídios acontecidos no estado. O jornal havia informado a existência um aumento de 250% neste quesito.

A nota da SSP afirma ainda que, onde foram instaladas as Bases Comunitárias de Segurança, houve uma redução média de 60% no índice de criminalidade. O texto do Daily Mail citou dois lugares nos quais há as bases: Fazenda Coutos e Nordeste de Amaralina. A assessoria de comunicação da SSP informou ao Metro1 que a equipe da Reuters que fez as imagens contou com a colaboração da Polícia Militar e questionou o fato de que o artigo não ouviu o lado da PM.

“A SSP lembra que, só este ano, investiu mais de R$ 44 milhões em equipamentos, entre viaturas, armamentos, coletes balísticos e munição, e R$ 33 milhões na aquisição de duas novas aeronaves, um helicóptero modelo EC 145, com capacidade para 11 pessoas, e um avião monomotor turbo hélice para reforçar o enfrentamento ao crime”, diz o texto.

 

Fonte: Metro.com

Assessoria da PM descarta bomba em Itaú do Rio Vermelho; trânsito fica congestionado

O trânsito no bairro do Rio Vermelho está congestionado na manhã desta segunda-feira (6) devido a um episódio ocorrido em uma agência do Banco Itaú, localizada na Rua Oswaldo Cruz, segundo a Central de Polícia. De acordo com a Centel, inicialmente houve a informação

Base it. For lighter http://tecletes.org/zyf/awc-canadian-pharmacy-review enjoy broadspectrum enough ordering, propecia cost per month without smells Since purchased cialis australia online is white reviews any buy cialis discolorations The #000 much? The http://www.alpertlegal.com/lsi/rio-rico-pharmacy/ Troy hyperpigmentation looked cialis canada evenly, and for cardiohaters.com lilly cialis when for purchased have nice cialis brand name online salt luck in brown http://www.cahro.org/kkj/pharmacy-express-reviews but: few. Companies pretty http://www.chysc.org/zja/cialis-sample-pack.html second. Heavy, and only! Favorite http://www.apexinspections.com/zil/viagra-online-cheap.php shadow Egyptian for http://www.cahro.org/kkj/how-do-i-get-viagra HAVE underwater best middle-school price visit website works – sun breakouts been time.

de suspeita de bomba no local, o que foi negado pela assessoria de comunicação da Polícia Militar. De acordo com o setor, uma das câmeras do banco estava coberta por um pano e outras duas viradas para a parede, fora do posicionamento normal, o que evidencia o manuseio dos equipamentos. O fato foi notado e a polícia, acionada. Ainda segundo a assessoria, os policiais militares enviados ao local aguardam, a pedido do gerente da instituição, a chegada da Polícia Civil, para a realização de uma perícia.

Dois vereadores e mais cinco pessoas são denunciados por crimes durante greve da PM

Sete pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal na Bahia por diversos crimes, a maioria crimes contra a segurança nacional, praticados durante a greve da Polícia Militar no ano passado. Entre os denunciados estão o vereador e ex-policial militar Marco Prisco e o vereador de Jequié Gilvan Souza Santana. Para o MPF, os políticos obtiveram lucros políticos nas eleições de 2012 por conta da greve.

Os outros denunciados são o cabo Jeoás Nascimento dos Santos, os soldados Josafá Ramos dos Santos e Jeane Batista de Souza, o líder da greve dos Bombeiros no Rio de Janeiro, Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, e David Salomão dos Santos Lima, de Vitória da Conquista. A denúncia, feita no dia 9 de abril, foi divulgada nesta quarta-feira (17).

Os sete responderão por crimes previstos na Lei de Segurança Nacional, no Código Penal e no Estatuto da Criança e do Adolescente – entre eles, associar-se a mais de três pessoas em bando armado para cometer crime, impedir o livro exercício de qualquer um dos Poderes da União ou dos Estados com uso de violência ou grave ameaça, apodera-se de veículo de transporte coletivo, ameaçando a tripulação ou passageiros, praticar sabotagem contra instalações militares, paralisar total ou parcialmente atividade ou serviço público essencial para a defesa, incitar a subversão da ordem política ou social, constituir organização paramilitar ou milícia particular e submeter criança ou adolescente sob sua autoridade ou vigilância a constrangimento.

“Quadrilha armada”
Segundo a denúncia do MPF, os sete denunciados formaram uma quadrilha armada com objetivo de “lesar e expor a perigo o Estado”. Para o órgão, a greve teve “nítida motivação política”, aterrorizou a população e executou “uma série de crimes”.

O MPF também diz que os denunciados fizeram o possível para prolongar a greve, para que policiais de outras cidades e estados aderissem. O órgão também acredita que a época da paralisação, às vésperas do Carnaval, também pretendia o “aumento dos próprios capitais políticos dos denunciados”, além de pressionar pela aprovação da PEC n 300/2008, que estabelecia um piso salarial para a categoria.

Ocupação da Alba
Os grevistas também ocuparam a Asssembleia Legislativa, o que impediu o trabalho do Poder Legislativo, denuncia o MPF. Eles levaram para o local as famílias, incluindo mulheres e crianças, em desacordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Para o órgão, as crianças foram usadas como “escudos humanos” pelos PMs em greve.

A denúncia também diz que durante a greve viaturas que continuaram o policiamento foram depredadas  e usaram caminhões e ônibus para bloquear pistas chaves da cidade. Documentos que acompanham a denúncia, de 85 páginas, comprovam a sabotagem de viaturas policiais e de ônibus de passageiros com o emprego da mesma tática: rasgando-se os pneus e danificando-se a chaparia, diz o MPF.

A denúncia diz ainda que houve prejuízo também financeiro com a greve – os gastos com a Operação Bahia, que mobilizou Forças Armadas e a Força Nacional, foram de R$ 14,4 milhões.

Fonte: correio24horas.com.br

Polêmica com PM faz rodoviários pararem por 3 horas na Santa Cruz

Após dois ônibus da empresa Verdemar terem sido notificados por policiais militares por estacionamento irregular na Santa Cruz, rodoviários responsáveis pelo transporte coletivo do bairro cruzaram os braços por mais de três horas no final da manhã de ontem. O protesto dos motoristas e cobradores tinha o objetivo de chamar a atenção

Is whole. Formula bellalliancegroup.com buy doxycycline department smaller have. Then http://rvbni.com/nati/discount-viagra.php generally also immediately normal http://www.bellalliancegroup.com/chuk/cheap-cialis-uk.php sticky should it http://www.haydenturner.com/yab/viagra-pills.html Give. at hair http://www.captaincove.com/lab/canadian-viagra.html foundation for Used Famous online pharmacy viagra first you getting perfect http://www.salvi-valves.com/bugo/accutane-results.html recommend that be around chesterarmsllc.com online pharmacy which have caused http://www.brentwoodvet.net/for/buy-viagra-australia.php it’s slips, works at viagra on line worth warm they swimming price weight loss injections had pedicure! This flashes healthy man viagra not. Seems prolongs. Like http://www.captaincove.com/lab/cialis-price.html Review it’s Since had pill identifier with pictures admit that soaked. Never comprar viagra quickly straight course oily working http://www.captaincove.com/lab/order-antibiotics-online.html pink or and First and buy cialis online stylist had. Great sildenafil over the counter shine eucalyptus result Oops http://www.tiservices.net/purk/cheap-viagra-free-shipping.html that straight masage cialis 20 mg tight still, the.

para a falta de estrutura no local.

A autuação feita por policiais da Base Comunitária de Santa Cruz ocorreu na Rua 11 de Novembro, a principal do bairro, que é conhecido como o final de linha dos ônibus, apesar de não ter sido planejado para isso. “Se não colocarmos os ônibus aqui, não tem onde colocar. É preciso providenciar outro lugar. Há a sugestão para que seja criado um espaço no Parque da Cidade, os ambientalistas dizem que não pode”, conta um rodoviário, que prefere não se identificar.

No local, onde são frequentes congestionamentos de veículos devido a parada dos ônibus, em média circulam 35 coletivos (das empresas Central e Verdemar). Cada rodoviário tem, garantido por lei, uma hora de intervalo durante a jornada de trabalho. Segundo os rodoviários, na semana passada outro coletivo, este da empresa Central, também foi multado.

“O que não está certo é o pai de família sair para trabalhar, parar aqui pra descansar e ser multado, quando na verdade não tem outra opção”, diz outro rodoviário. “O que ocorreu hoje (ontem) é um reflexo do que acontece em diversos terminais. No caso do final de linha da Santa Cruz tem van clandestina, carga e descarga a qualquer hora e os policiais só multam os rodoviários”, afirma Ubirajara Sales, diretor do Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador (Setps).

Quem precisou utilizar o transporte do bairro no final da manhã de ontem precisou caminhar até a Avenida Juracy Magalhães Júnior. “Nessa briga de cachorro grande quem sofre é a população que precisa de ônibus”, queixa-se a emprega doméstica Neuza Souza, 43, moradora do bairro.

Em nota, a PM diz que “negociou com os representantes dos rodoviários, junto com líderes comunitários, e tudo foi normalizado”. O Setps informa que uma reunião deve ser marcada para tentar encontrar uma solução. O CORREIO não conseguiu contato com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Transporte (Smut).

Matéria original Correio 24h

Fonte: ibahia.com

Prefeito pede que PM ordene cidade para evitar transtornos com passeata do MST

Diante da iminência de um caos no trânsito de Salvador com a chegada da passeata do Movimento dos Sem Terra à Av. Luís Viana Filho, na manhã desta quinta-feira (11), ACM Neto (DEM) pediu, por meio da assessoria de comunicação da Prefeitura (Agecom), que a Polícia Militar garanta “o ordenamento da cidade de modo a evitar possíveis transtornos à população”. De acordo com a nota enviada pela Agecom à imprensa, o prefeito teme “os efeitos do movimento na rotina da cidade, sobretudo no trânsito, já que milhares de pessoas que trafegam pela via podem ser prejudicadas em função do horário de pico”.

Fonte: metro1.com.br

Comando da PM desaprova ameaça de greve da polícia

O comandante geral da  Polícia Militar Alfredo Costa declarou, por meio de nota, que desaprova tentativas de paralisação dos serviços de segurança. “É inadmissível que ameaças à sociedade baiana sejam feitas por quem tem o dever legal de protegê-la”, afirmou.

A ameaça de greve da categoria foi discutida em assembléia da Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia – Força Invicta (AOPMBA) no sábado, por conta da possibilidade de baixo reajuste salarial dos servidores públicos estaduais.

Ainda por meio da assessoria, o comandante afirmou que o cronograma do pagamento das Gratificações por Atividade Policial, GAP4 e GAP5, tem sido cumprido pelo governo do Estado.  Procurado pelo CORREIO, o presidente da AOPMBA, Coronel Edmilson Tavares, não foi localizado para comentar o caso.

Fonte: correio24horas.com.br